segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

Que fim levou os bichos...

Então acho mesmo que era gambá!Acho que a mãe estava pronta pra ganhar seus filhotes e acabou perdendo três pelo caminho...
Como eu tinha contado coloquei eles na sombra porque o sol estava muito quente e eles estavam caídos na rua sem nada por perto, não em seu ninho. Quando voltei para ve- los formigas gigantes estavam devorando eles, cortou meu coração ver aquela cena mas nada eu podia fazer. De qualquer forma não  iam sobreviver sem a mãe... é a lei da natureza!
Pra quem não conhece, Gambá é aquele bicho que solta um odor terrível ao se sentir ameaçado.
INFORMAÇÕES sobre os Gambás:
  • O gambá é um marsupial de hábitos noturnos, ou seja, começa a caçar e coletar alimentos durante o período da noite
  • A alimentação dos gambás consiste em ovos, frutos, vermes, insetos, lagartos, anfíbios e até mesmo filhotes de pássaros
  • Possuem hábitos solitários, porém, na época do acasalamento, formam casais para reproduzir. Neste período o casal constroi um ninho de galhos e folhas secas
  • Produzem, na região das axilas, um líquido de cheiro forte e desagradável que serve para espantar outros animais. Este mesmo odor é produzido pela fêmea na época da reprodução, para atrair o macho.
  • Os filhotes de gambá nascem na forma de embrião e pesam duas gramas, aproximadamente. O desenvolvimento ocorre na bolsa materna da mãe.
  • A média de vida de um gambá é de 4 a 5 anos
  • Possuem vários nomes, dependendo da região do Brasil: micurê (Mato Grosso); mucura (Amazônia); saruê (Bahia) e timbú (Ceará e Pernambuco)  
  •  O habitat natural dos gambás é a floresta, porém consegue adaptar-se bem em regiões com presença humana.
  • Vivem em quase todos os países da América, desde a Argentina até os Estados Unidos.

9 comentários:

  1. Eu sei que é muito triste ver animais indefesos e abandonados, mas pra ser sincera tenho pavor de gambás ! Eu nunca tinha visto um até vir morar em Joinville e quase desmaiei no dia que estava indo buscar meus filhos na escola ao meio-dia e vi um gambá enorme andando na rua, simplesmente comecei a chorar...
    Só espero que eles não sofram.
    Beijos
    Laís

    ResponderExcluir
  2. Ai ai ai a Laís é muito sensível mesmo!!! hehehe
    Ser casada com zootecnista tem dessas coisas, qdo vimos um gambá aqui em Ubatuba, fizemos até um post lá no blog... hahaha e a Laís querida achou o fim do mundo o meu marido achar demais ver um gambá... hehehe
    Beijoquinhas
    Ana e Scu

    ResponderExcluir
  3. oi lindinhuu seu blog.
    Por acaso vc não conhece nenhuma labradora chamada Brenda?

    ResponderExcluir
  4. Oh!! Tadinho dos filhotinhos. Fico triste quando vejo essas coisas acontecerem:(

    Beijos! Néia

    ResponderExcluir
  5. Que legal!A Brenda tem um orkut ai tem um monte de labradores você tem?
    Balu vc é muito fofa^-^
    Bjs..

    ResponderExcluir
  6. Deixei selinho pra vc la no meu blog,passa lá pra pegar...lambibeijos

    ResponderExcluir
  7. Respostas
    1. São meios fididinhos ...mais naum e defeito ne ?

      Excluir